Filtre por categoria
19 de maio de 2017

Horizonte unido do Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual

Em 18 de maio é realizado o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual. Em Horizonte, a data foi marcada por uma blitz educativa realizada pela Secretaria de Assistência Social e Trabalho para informar e conscientizar a população sobre o combate desse tipo de crime.

Servidores da Prefeitura Municipal, do Centro de Referência Especializada de Assistência Social (Creas) e do Conselho Tutelar distribuíram material educativo e brindes no cruzamento da Rua Manoel Conrado com a Avenida Presidente Castelo Branco - ao lado do Sine/IDT.

A blitz faz parte da campanha nacional “Faça Bonito – Proteja nossas crianças e adolescentes” que visa chamar a sociedade para assumir a responsabilidade de prevenir e enfrentar esse tipo violência sexual.

Para a coordenadora do Creas, Nice Albuquerque, a mobilização é relevante para conscientizar as pessoas a não serem omissas e denunciar qualquer tipo de abuso. “Existem vários tipos abuso, como mostrar vídeos inadequados e assediar crianças em troca de algo. As consequências dessas experiências podem ir do baixo rendimento escolar ao suicídio”, alerta.

No Brasil, o “Disque 100” recebe, encaminha e monitora denúncias de violência contra crianças e adolescentes. Em Horizonte, as denúncias também podem ser realizadas pelo Conselho Tutelar e Creas. O sigilo é garantido.

Diferença entre abuso e exploração sexual

O abuso sexual envolve contato sexual entre criança ou adolescente e adultos ou pessoa significativamente mais velha. O abuso acontece quando o adulto utiliza o corpo de uma criança ou adolescente para satisfação sexual.

A exploração sexual acontece quando há pagamento com pessoa com idade inferior a 18 anos. As duas situações são crimes de violência sexual.